Tel: 11 5579-3338 / 5571-1736

  • Endereço

    Rua Pelotas, 358
    Vila Mariana - São Paulo - SP

  • Telefone

    11 5579-3338 / 5571-1736

  • Email

    pacca@diagnosticobucal.com.br

© 2020. Instituto do Sorriso. Todos os direitos reservados.

Cirurgia Bucomaxilo

Clique no ítem abaixo para visualizar a opção desejada.

O que é cirurgia buco maxilo?

A cirurgia bucomaxilofacial ou mais corretamente, cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial, é uma especialidade da odontologia, que se objetiva no tratamento dos traumas de face como também de complementar a atuação da Estomatologia (especialidade responsável pelo diagnóstico e tratamento de lesões bucais) proporcionando a resolução cirurgica de doênças do complexo maxilomandibular como também o tratamento de deformidades faciais (congênitos ou adquiridas)

Dentre as doenças maxilofaciais existem podemos citar: os tumores benignos e malignos, os cistos , as enfermidades provocadas por microorganismos (bactérias, fungos e vírus), e manifestações orais associadas a doenças sistêmicas como AIDS, tuberculose, sífilis, leishmaniose etc.

As deformidades faciais podem ocorrer como consequência de seqüelas de doenças como o câncer ou traumas severos ou também distúrbios do desenvolvimento, como as síndromes ou alterações das bases ósseas como o prognatismo (aumento dos maxilares), micrognatismo (diminuição dos maxilares) ou a combinação delas.

A cirurgia bucomaxilofacial é de âmbito ambulatorial ou hospitalar. Nos ambulatórios ou consultórios são exercidas cirurgias menores, na sua grande maioria sob anestesia local, onde são por exemplo removidos dentes erupcionados ou inclusos, pequenos tumores benignos ou pequenos cistos, lesões periapicais ou paradentais, implantes dentários, cirurgias pra adaptações protéticas entre outras. As cirurgias de grande porte são realizadas sob anestesia geral em ambiente hospitalar e demandam maiores cuidados. São as cirurgias de grandes tumores, fraturas faciais, cirurgias ortognáticas entre outras.

Dr. Francisco Pacca

Trauma Facial

Os traumas em face normalmente são ocasionados por quedas, acidentes automobilísticos, acidentes esportivos ou agressões.Sua incidência é maior em jovens e seus efeitos dependem da energia, vetor de impacto e duração do trauma, podendo causar ferimentos leves no tecido mole e dentes, até fraturas nos ossos da face.

Os principais sinais e sintomas de fraturas de ossos da face são:

     – dor

     – edema (inchaço)

     – manchas roxas ou avermelhadas na pele

     – mobilidade dentária

     – dificuldade para abrir e fechar a boca

     – visão dupla

     – dificuldade respiratória

     – alteração na oclusão dos dentes

As fraturas faciais podem ser tratadas cirurgicamente, com a utilização de placas e parafusos de titânio ou absorvíveis – Fixação Interna Rígida – , ou dependendo do caso, apenas por observação e acompanhamento radiográfico.

Quando as fraturas não são tratadas adequadamente,podem ocorrer complicações como infecção, dor crônica, alteração da mordida com dificuldades na mastigação, visão dupla permanente. Por isso o diagnóstico precoce e o tratamento adequado feitos por um Cirurgião Buco Maxilofacial são de fundamental importância.

Cirurgia ortognática

Exemplos de Cirurgias Ortognáticas realizadas pelo Prof. Dr. Francisco Pacca e equipe

 

 

Exemplos de Cirurgias Ortognáticas realizadas pelo Prof. Dr. Francisco Pacca e equipe

A cirurgia ortognática é o ramo da cirurgia bucomaxilofacial, que tem como responsabilidade a correção das discrepâncias maxilomandibulares. O procedimento cirúrgico é realizado totalmente por dentro da boca, não deixando marcas ou cicatrizes.

Orto, do grego, significa alinhado, correto e gnato, significa maxilar.

O resultado desse tipo de cirurgia traz benefícios funcionais para a mordida e para a Articulação Temporo Mandibular (ATM), além da melhora na estética e na harmonia facial.

Geralmente o uso de aparelho ortodôntico é necessário em conjunto com a cirurgia, que ajudará no nivelamento e posicionamento dos dentes

 

Sabe aquele queixo projetado?

Na Odontologia chamamos de prognatismo mandibular ou relação de Classe III. É um tipo de desarmonia facial em consequência de uma discrepância maxilomandibular.

Neste exemplo (foto) ocorre um aumento de crescimento mandibular em relação à maxila, causando uma mordida cruzada anterior e um perfil facial côncavo.

Além do desconforto estético ao paciente, proporciona uma série de transtornos funcionais tanto para a mastigação quanto para a saúde da articulação temporomandibular (ATM). A correção dessas discrepâncias é feita por meio da cirurgia ortognática, que restabelece o equilíbrio anatômico da face.

Bichectomia

A Bichectomia é um procedimento cirúrgico que reduz o tamanho das bochechas e deixa o rosto com um aspecto mais fino. Consiste na remoção da Bola de Bichat, fragmento de gordura que atravessa a superfície lateral do rosto, indo desde a têmpora até a região da mandíbula. Na área das bochechas apresenta maior densidade e espessura, podendo tornar o rosto volumoso.

A cirurgia é feita por via intra-oral, não deixando marcas aparentes na face, com um pós-operatório normalmente tranquilo e resultados a serem percebidos após, em média, três semanas, e estarão completamente visíveis após seis meses da cirurgia.

Esta é uma cirurgia indicada para quem deseja melhorar o contorno do rosto e se sente incomodado com o volume na região das bochechas, tanto por questões estéticas, quanto por constantes traumas por mordedura na região, e só deve ser executado por um profissional especializado como o Cirurgião Buco Maxilofacial.